Policlínica e CEO suspendem atendimentos em meio a Pandemia de Coronavírus

O presidente do Consórcio Público de Saúde da Região de Cascavel, prefeito de Pindoretama, Valdemar Araújo, considerando o Estado de Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional, decretado pelo Ministério da Saúde durante o mês de março, lançou duas portarias de suspensão dos atendimentos do Ceo Dr. Francisco Mansueto de Souza e Policlínica Dra. Márcia Moreira de Meneses. A medida foi tomada levando em consideração a declaração de condição de transmissão pandêmica do novo Coronavírus (Sars-Cov-19).

Para o Centro de Especialidades Odontológicas, a suspensão começou com prazo inicial até 18 de março, no entanto com o agravo da situação da Pandemia no Estado do Ceará, esta data foi prorrogada, sem previsão de retorno. Os atendimentos estão restritos apenas para casos de urgência, como biópsias. A frente do administrativo do CEO durante este período estão, a Dra. Pâmella Montezuma, da Qualidade, o diretor geral da unidade, Dr. Aírton Lima, e o diretor do CPSRCAS, Adalberto Feitosa. Vale ressaltar que os profissionais de odontologia estão categorizados dentro de um grupo de alto risco de contaminação por estarem em contato direto com a cavidade oral.

No que diz respeito a Policlínica Dra. Márcia Moreira de Meneses, uma portaria também foi lançada para suspender os atendimentos, inicialmente até 03 de abril, mas esta data também foi prorrogada temporariamente. A Poli continua atendendo, no entanto, com sua equipe mínima, dando assistência prioritária à grupos de risco e pacientes em agravo. As consultas também estão sendo realizadas de maneira remota. Médicos e demais profissionais especialistas estão disponíveis através de email ([email protected] e [email protected]) e WhatsApp (85 99158-4908) para realizar orientações e avaliações de casos prioritários. Atestada a necessidade, o atendimento é feito presencialmente.

A direção da Policlínica também salienta que em caso de complicação de pacientes do pré-natal de alto risco, deve ser feito contato imediato com os contatos a cima fornecidos, para que os especialistas avaliem a necessidade de atendimento presencial. Essas medidas estão sendo tomadas primando pela segurança dos pacientes, colaboradores em geral e de seus familiares. Devido a evolução dos casos de Covid-19, a equipe que compõe o CPSRCAS faz também um apelo para que o isolamento social seja respeitado, ficar em casa agora é a melhor maneira de desacelerar o contágio e achatar a curva de contaminação. Profissionais de saúde, Sistema Único de Saúde e a humanidade agradecem. Fazemos este apelo: #FiqueEmCasa